Posso levar meu cachorro ou gato dentro do avião?

Indenizar > O que pode e o que não pode? >

Posso levar meu cachorro ou gato dentro do avião?

Sim! Você pode levar seu cachorro ou gato em seu vôo e dentro do avião, juntinho com você, mas há alguma regras.

Cachorro no avião. Gato no avião? Pode? Os animais devem viajar dentro de caixa de transporte, jaula (contêiner) adequado a seu tipo e tamanho que seja à prova de fuga ou vazamentos. Se forem pequenos podem ir debaixo da sua cadeira e não podem ser retirados da caixa durante o vôo. Fêmeas em período de gestação não são aceitas pelas empresas.

Cachorro no avião

Cachorro no avião

O viajante deve fazer uma reserva para o animal com no mínimo 48 horas de antecedência, pois algumas companhias limitam o número de animais por vôo. Então não deixe para entrar em contato com a companhia aérea encima da hora!

No embarque, é necessário ter um atestado de sanidade animal, fornecido pela Secretaria Estadual de Agricultura, por algum posto do Departamento de Defesa Animal, ou pelo seu veterinário.

Normalmente eles vão no compartimento de cargas, mas podem viajar dentro do avião em casos especiais: normalmente com peso até 15 quilos (gatos e cães de pequeno porte) e com o pagamento de uma taxa suplementar, porém nem todas as companhias aceitam o transporte em cabine, cabe verificar com cada uma antes.

Estas regras não valem para cães treinados acompanhando deficientes visuais, que podem viajar dentro da cabine, sem taxa extra. As companhias aéreas exigem que o animal tome um calmante quando viajar junto do dono na cabine.Nesse caso, o passageiro tem de apresentar a receita veterinária, com a dose de tranqüilizante e o horário em que ele deve ser aplicado. Portanto, nem pense em medicar o seu animal por conta própria. Faça uma etiqueta contendo as informações mais importantes sobre o seu animal, como nome, restrições alimentares (se houver) e também com o seu nome e endereço para o caso de perda e prenda essa etiqueta ao contêiner.

Em caso de vôos muito longos, coloque dentro do contêiner, junto com o animal, um objeto familiar a ele, para que ele não se sinta muito deslocado — um brinquedo, uma pequena almofada ou um pedaço de tecido com o cheiro do dono.

Em viagens nacionais, os animais são liberados no aeroporto, logo no desembarque. Em viagens internacionais, convém informar-se na embaixada ou consulado do país para onde você vai viajar se há necessidade de quarentena na chegada.

Alguns países exigem que o animal fique detido por um prazo limitado (horas ou dias, dependendo do país) no aeroporto antes de ser liberado.

Quais documentos preciso para levar meu cachorro no avião?

Voos nacionais:

  • Comprovante da vacinação antirrábica, com o nome do laboratório produtor, o tipo da vacina e o número da ampola utilizada. A vacina tem que ter sido tomada entre 30 dias e um ano antes do embarque.
  • Atestado de saúde do animal: o documento deve ter sido emitido por um médico veterinário, com validade de 10 dias da data de emissão.Voos internacionais:
  • Certificado Veterinário Internacional – CVI: certificado emitido para voo internacional. Válido por 60 dias corridos a partir da emissão.
  • Certificado Zoosanitário Internacional – CZI: certificado emitido para voo internacional. Válido por 60 dias corridos a partir da emissão.
  • Atestado Sanitário: deve constar no documento que o animal de estimação está em boas condições de saúde. Deve ser emitido 10 dias antes da emissão do CVI.
  • Carteira de vacinação: obrigatória para animais a partir dos três meses de idade. Deve ter sido aplicada há mais de 30 dias e menos de 1 ano.

Que tal levar seu pet na próxima viagem de avião? Não é tão complicado assim!

Teve problema com voo cancelado, atrasado ou overbooking?

Comentários